Existe o consenso no mercado de TI de que a computação em nuvem é o futuro do armazenamento de dados e também do processamento destas informações. Porém, ainda hoje, há gestores que não se sentem confiantes com relação à segurança na nuvem. Será que existem razões para essa preocupação?

A resposta é que, se você utilizar os serviços em nuvem seguindo as boas práticas de segurança, não existem razões para se preocupar. Ainda mais se levar em consideração todas as vantagens de se utilizar o cloud computing, você verá que faz todo sentido migrar para este modelo o mais breve possível.

É claro que você precisa estar bem embasado para tomar esse tipo de decisão. Então, neste artigo, vamos apresentar como evitar problemas de segurança na nuvem, as precauções necessárias para se utilizar a computação em nuvem com a segurança que o seu negócio exige, permitindo que você possa se preparar para a transição para este modelo, o que mais cedo ou mais tarde será inevitável.

Os principais problemas da segurança em nuvem

De forma geral, podemos separar os problemas de segurança na nuvem em 3 categorias:

  • Disponibilidade: ocorre quando, devido a fatores técnicos ou por ação de terceiros, o proprietário ou os usuários autorizados a acessar determinada informação não podem fazê-lo. Basicamente estamos falando da indisponibilidade de sistemas ou bancos de dados.

  • Confidencialidade: quando ocorre uma violação das regras de acesso e compartilhamento de determinada informação, dizemos que houve uma perda de confidencialidade. Isso pode acarretar no acesso a determinados arquivos por pessoas não autorizadas.

  • Integridade: quando ocorre a perda de confidencialidade, podemos ter outro problema que é a perda de integridade. Isto ocorre quando um usuário não autorizado realiza alterações indevidas e fora do controle do proprietário da informação.

Maneiras de evitar estes problemas

O primeiro e mais importante aspecto para garantir a segurança dos seus dados na nuvem é se certificar de que está contratando um fornecedor que entregue a infraestrutura e garantias que este tipo de serviço exige. Busque informações e referências sobre os fornecedores que estiver avaliando. No momento da decisão técnica, leve em consideração aspectos como os seguintes:

Recuperação de dados em situações de emergência

Os recursos para garantir a integridade dos dados e os procedimentos para a recuperação destes em casos de emergência devem ser claros, simples e rápidos. Fornecedores que não disponibilizam recursos para replicar os dados e a estrutura em diferentes localidades (de preferência com uma boa distância entre elas) devem ser imediatamente descartados.

Procedimentos no caso de decidir mudar de fornecedor

Você precisa ter liberdade. Por isso, no momento da contratação, devem ser definidos procedimentos claros para uma eventual mudança de fornecedor de nuvem.

Os dados serão devolvidos ao contratante? Sob que regras? Tudo isso deve estar claro antes da contratação do serviço.

Controle de acesso de usuários

Os aspectos mais básicos não devem ter menos atenção. Diante dos diferentes níveis de necessidade de acesso à informação por parte dos funcionários do contratante, é preciso designar administradores internos para que os direitos de acesso sejam adequadamente atribuídos e a confidencialidade de informações sensíveis seja garantida.

Quer saber mais sobre o segurança em nuvem? Saiba como escolher o fornecedor de computação em nuvem para sua empresa, clicando aqui.